Nossa moda não tem gênero e nem tamanho padrão

“Plus Size” moda ou conceito?

modelo plus size feminino loira vestindo terno de bermuda cinza

Plus Size, que em português significa “tamanho maior”, é o termo que os estadunidense usam para definir os modelos de roupas com numeração acima do padrão vendido pelas lojas. Isso quer dizer que peças a partir da numeração 46 fazem parte dessa categoria.

A roupa pode ser plus size, a pessoa não. Pessoas não são definidas pelo tamanho de suas roupas ou modismos criados pelo mercado moda.

Acreditamos que cada pessoa pode vestir-se com o que bem entender, com o que se sentir bem, sem ter que encaixar suas escolhas em algum formato de roupa. Nossa moda sem gênero propõe tamanhos de roupas não convencionais.

Você mesmo tira suas medidas e escolhe a peça que se sentirá confortável e bem vestido. Não temos padrões, temos possibilidades.

Saia para eles também

homem na rua vestindo saia vermelha e camisa azul

Coco Chanel incorporou elementos masculinos ao vestuário feminino em 1920, em pouco tempo revolucionou a moda feminina que nunca mais foi a mesma. O pós guerra e a entrada das mulheres no mercado de trabalho trouxe uma nova forma de viver o mundo.

Hoje estamos em um novo momento onde as roupas podem te representar mas não define gênero.

“O único problema de um homem vestir uma saia é a moralidade e o preconceito das pessoas, o uso de determinada roupa ou acessório deveria classificar um estilo e não um gênero.

Essa discussão parece do final do século 19, quando as mulheres, que antes só usavam saia, passaram a usar calça – considerada um item masculino na época.” É o que pensa o fotojornalista Yuri Kiddo acesse o site da hypenes e saiba mais sobre este movimento unissex.

 

COMFY -Tendência da moda para dentro e fora de casa

homen sentado em degrau de escada de ferro vestindo camiseta, jaqueta, cueca e meias e homem deitado em baixo da escada vestindo jaqueta, camiseta, cuecas e meias

 

A moda unissex, temos como finalidade oferecer peças de roupas que tragam fluidez.

Com o isolamento social e trabalho home office a moda comfy está agradando o público em geral. Percebemos que podemos manter nossa identidade visual com leveza e conforto.

Queremos superar limites que definam feminino e masculino, dentro ou fora de casa, quem define é você, afinal o conforto deve vir das escolhas que fazemos e NÓS te ajudamos com isso.

Este é o momento de arriscarmos novos estilos e novas formas de interpretar o mundo. Estamos aqui para provocar a transformação.

NÓS não somos uma modinha, somos um estilo de vida, queremos suprir a necessidade de pessoas que já não se enxergam como isso ou aquilo. As roupas estão deixando a validade de apenas uma estação e os tamanhos não são fatores que atrapalham sua compra, bom né?

Pensamos em pessoas. Não em gênero. A combinação dos dois traz diversidade e economia na montagem de seu guarda-roupa, basta gostar e levar!

Agora o terno é para todos

jovens usando ternos coloridos e floridos


O terno como o conhecemos hoje começou a tomar forma em 1900, com o fim da era Vitoriana. De lá para cá ele vem se transformando assim como a moda, influenciada pelas mudanças sociais e econômicas.  As pessoas ao redor do mundo estão aceitando cada vez mais que os gêneros são fluidos e enxergando com outros olhos a cultura transgênero – historicamente rejeitada na sociedade. Isso chega às marcas por meio das crescentes críticas a itens marcados para um gênero específico, como roupas vendidas para meninos e meninas. Roupa não têm gênero, NÓS queremos que você escolha peças que te representem na vida, livre de estereótipos.

Customizando com tie dye

Rapaz de oculos escuros na rua com camiseta tie dye

O isolamento social fez ressurgir uma antiga técnica de tingimento de roupas. Com mais tempo em casa, muita gente tem aderido ao tie dye e aproveitado para reciclar peças que estavam no fundo do armário.

Pessoas predominantemente criativas, provavelmente, aderirão à tendência facilmente, mas não há regra.

tie dye é uma técnica milenar de tingimento de roupas, é apontado pelas passarelas e especialistas como uma forte tendência. Símbolo de liberdade e revoluções sociais. Quando o assunto é revolução social, quebre de paradigmas e moda NÓS acompanhamos bem de perto para trazer novidades de customização para vocês.

 Se você quer o passo a passo do tie dye acesse o site catraca livre.

Moda na quarentena

rapaz usando calça jeans rasgada camiseta branca e jaqueta amarela apoiada em uma parede amarela

Muitos podem pensar que não, mas a moda influencia e muito a sociedade e vice versa. A escolha de uma roupa traz consigo inúmeros significados psicológicos, sociais e culturais, de forma que a moda, considerada por muitos como algo fútil, é, na verdade, nossa segunda pele, onde expressamos nossa personalidade. Sua influência vai além do vestuário, estando estreitamente relacionada às noções de identidade.

Neste período de quarentena as pessoas buscam conforto e bem estar e as roupas confortáveis, com tecidos agradáveis ao toque da pele trazem leveza para o dia a dia.

Trocamos nosso jeito de vestir, nosso jeito de sentir o mundo e nos expressar. Trabalhar home office é o desafio que estamos vivendo neste momento, as roupas que antes usávamos nos escritórios já não nos agrada mais. 

Em casa queremos mais flexibilidade e facilidade no cuidado com as roupas.

Os pijamas e moletons são os queridinhos da quarentena, mas para as video chamadas as pessoas capricham no look da cintura para cima. As definições “roupas para sair” e “para ficar em casa” se misturam cada vez mais.

As roupas unissex trazem muitas possibilidades de combinações e as customizações criam versões diferentes para o mesmo guarda-roupa.

Novas marcas de roupa estão surgindo neste momento e NÓS estamos investindo em peças que te representam.

Nossas medidas não acompanham os padrões sociais, temos peças plus size no estilo agênero. Todas as peças possuem medidas próprias e é você quem escolhe o que fica melhor no seu corpo.

Nossas peças são desenhadas para pessoas reais, respeitando a individualidade de cada pessoa.

Acompanhe as novidades nas redes sociais